Vamoss Dançar?!

 

 

 

VAMOS DANÇAR?!

 

 A dança de salão é uma atividade apreciada por pessoas de todas as faixas etárias e camadas sociais, que vem angariando cada vez maior quantidade de adeptos nos últimos anos, por proporcionar inúmeros benefícios: é uma espécie de ginástica aeróbica de baixo impacto, excelente para a manutenção da forma física sem grande esforço e de maneira divertida;

 

Leia mais sobre a dança de salão para cadeirantes no site:

 

http://www.ericorodrigo.com/projetos.php

 

 

* Você conhece alguma escola de dança que tem aula para cadeirantes?

Concurso Moda Inclusiva premia looks em São Paulo

Três projetos de moda para pessoas com deficiência foram premiados no dia 7/06/2010, em desfile no Museu da Língua Portuguesa

Três estudantes de Moda foram premiados  no 2º Concurso Moda Inclusiva, no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. Na passarela, modelos com deficiência desfilaram as roupas. Os três melhores e mais funcionais looks, eleitos pelo júri, receberam prêmios da Vicunha Têxtil. A primeira colocada ganhou um estágio remunerado na empresa, parceira no projeto.

O primeiro lugar ficou com Letícia Nascimento de Souza, do Centro Universitário Belas Artes, que fez uma roupa para uma modelo cadeirante. Em segundo lugar, ficou Julia Sato, estudante da USP. E, em terceiro, Cilmar Silva, estudante da Etec Tiquatira.

A segunda edição do Concurso Moda Inclusiva recebeu croquis de jovens estilistas de cursos técnicos e universitários de todo o Estado. Foram selecionados 20 trabalhos inscritos, que receberam apoio para a confecção das roupas. O Brasil tem, hoje, cerca de 29 milhões de pessoas com deficiência. Somente no Estado de São Paulo, esse contingente ultrapassa 5 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. 

 

 

 

*O que você entende por acessibilidade?

 

Lutar por direitos é conquistar a cidadania . . .

Esporte!!..Hoje vamos dar algumas dicas sobre esporte paraolípicos para vocês.

Mascote  Paraolímpico.

Alguma modalidades que cadeirantes competem:

*Basquetebol em Cadeira de Rodas- O basquete em cadeira de rodas começou a ser praticado nos Estados Unidos, em 1945. Os jogadores eram ex-soldados do exército norte-americano feridos durante a 2ª Guerra Mundial. A modalidade é uma das poucas que esteve presente em todas as edições dos Jogos Paraolímpicos.

 *Esgrima em Cadeira de Rodas- Modalidade para atletas em cadeiras de rodas.O programa tem 15 provas - equipes e individuais, masculinas e femininas, em florete e espada. Só os homens é que competem com sabre. As cadeiras de rodas são presas ao chão para dar estabilidade e permitir a liberdade de movimentos na parte superior do corpo do esgrimista. Os atletas estão ligados a uma caixa eletrônica que conta os toques da arma.

*Rúgbi em Cadeira de Rodas- O rúgbi é um esporte para atletas com quadriplegia. Podem disputar a modalidade homens e mulheres em equipes mistas. O rúgbi em cadeira de rodas foi um esporte de demonstração nos Jogos de Atlanta e foi incluído no programa dos Jogos de Sydney, em 2000.

 *Tênis em Cadeira de Rodas- O tênis em cadeira de rodas foi criado em 1976, nos Estados Unidos, por Jeff Minnenbraker e Brad Parks. Eles construíram as primeiras cadeiras adaptadas para o jogo e o difundiram pelo seu País. Em 1977,foi realizado o primeiro torneio da modalidade, em Griffith Park, na Califórnia. O primeiro campeonato nacional nos EUA aconteceu em 1980. Oito anos depois, foi fundada a Federação Internacional de Tênis em Cadeira de Rodas (IWTF).

 

 

*Conquistas e vitórias é privilégio de todos?

AACD-

 

 

A Associação de Assistência à Criança Deficiente é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que trabalha há 59 anos pelo bem-estar de pessoas com deficiência física. Ela nasceu do sonho de um médico que queria criar no Brasil um centro de reabilitação com a mesma qualidade dos centros que conhecia no exterior, para tratar crianças e adolescentes deficientes e reinseri-los na sociedade. Foi pensando nisso que o Dr. Renato da Costa Bomfim reuniu um grupo de idealistas e, no ano de 1950, fundou a AACD.

 

 

* Você conhece algum centro de tratamento?

 

Matéria feita pela revista CONTIGO (ABRIL/2010)

Juliana Carvalho: Bom humor sobre uma cadeira de rodas

Juliana tinha 19 anos quando pensou pela primeira vez que sua vida daria um livro.
Uma reviravolta brutal, batizada, depois de infinitos exames e conferências entre especialistas, como mielite medular causada por lúpus, uma caso raríssimo, encerrara o capítulo em que era banal pular da cama todas as manhãs e cumprir a agenda de uma garota que não parava quieta um minuto - caminhar, correr, dançar, nadar, jogar futebol... Dali em diante, havia muitos pacotes para serem destrinchados. Um continha questões prosaicas, mas fundamentais, como as que a maioria das pessoas resume na expressão ''ir ao banheiro'', e passaram a incluir sondas, luvas de plástico e fraldas. Outro, que deveria ser aberto aos poucos, era cheio de perguntas assustadoras: será que eu vou voltar a ser uma mulher atraente? Será que o sexo vai desaparecer da minha vida? Será que vou conseguir trabalhar? Como vou me sustentar? ''Nunca tinha passado pela minha cabeça, acho que pela cabeça de ninguém, ir parar sobre uma cadeira de rodas'', conta Juliana, 29 anos. ''Pensei: nossa, que surreal! Isso aqui dá um livro.'' E começou a escrever.
Recentemente lançou o livro "Na minha cadeira ou na tua?"

 

Leia toda a matéria no site  http://contigo.abril.com.br/noticias/bom-humor-cadeira-rodas-gente-historias-551685

 

 

 

COMO LIDAR COM DEFICIENTES FÍSICOS NO AMBIENTE ESCOLAR?

 

            A inclusão do deficiente físico no âmbito escolar representa não somente a não colocação do e individuo em sala de aulas, mas sim uma mudança de conceito, programas, política e apoio oferecido aos deficientes. A inclusão é um processo que exige transformações pequenas e grandes no ambiente escolar e na mentalidade de todas as pessoas.

            Para promover à inclusão na escola de forma responsável e competente as atividades da educação física devem oferecer e possibilitar condições de alta segurança. O professor deve possibilitar ao  deficiente físico, atividades que garanta e desenvolva seu alto conhecimento.

 

 * ADAPTAÇÕES NAS ESCOLAS

            O ambiente físico da escola, para criança com deficiência física e com  deficiências múltiplas, tem que ser mais acolhedor e não sempre se aparecer com uma inovação incomum. É muito difícil vermos rampas para cadeiras de rodas, corrimão nos WC, superfícies não escorregadias  e outras modificações nas escolas.

            Além das modificações necessárias no ambiente escolar o professor precisará de numerosos equipamentos e recursos. Todos esses equipamentos têm objetivos especiais: cavaletes para livros para crianças que não conseguem segurá-los e assim por diante.

 

Reportagem feita pelo JORNAL ZERO HORA -PORTO ALEGRE/MAIO 2010.

 

TECNOLOGIAS ASSISTIVAS

 
Adequação postural: Adaptações para cadeira de rodas ou outro sistema de sentar visando o conforto e distribuição adequada da pressão na superfície da pele (almofadas especiais, assentos e encostos anatômicos), bem como posicionadores que propiciam maior estabilidade e postura adequada do corpo através do suporte e posicionamento de tronco/cabeça/membros.

*Curiosidades* 

O que é Deficiência Física ? :

É a alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física, apresentando-se sob a forma de paraplegia, paraparesia,monoplegia, monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, riparesia, hemiplegia, hemiparesia, ostomia, amputação ou ausência de membro,paralisia cerebral, nanismo, membros com deformidade congênita ou adquirida, exceto as deformidades estéticas e as que não produzam dificuldades para o desempenho de funções.

 

 

                           

SEJA BEM VINDO AO BLOG   "A VIDA SOBRE RODAS!".

Aqui você vai encontrar algumas curiosidades sobre a rotina ,de quem depende da cadeira de rodas mas não deixa de viver.

Maria Cristina e Taciana

 

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]